domingo, 6 de maio de 2012

Santa Rosa Venerini, Fundadora - Festejada 7 de maio

     Rosa Venerini nasceu em Viterbo, na Itália, no dia 9 de fevereiro de 1656, de uma família muito religiosa e recebeu dos seus pais uma boa formação cristã e uma boa educação.
     Rosa viveu um conflito: um jovem queria desposá-la, mas o seu desejo era consagrar-se a Deus. Sua vida mudou radicalmente quando uma série de acontecimentos culminou com a morte do pretendente e mais tarde a de seus pais. Ela assumiu então a educação dos dois irmãos. Mesmo com essa responsabilidade ela não abandonou seu desejo de consagrar-se a Deus.
     Desde criança fizera o voto de se tornar monja, mas durante a sua juventude ficou profundamente impressionada com a pobreza e a ignorância das jovens do povo e assim começou a pensar que talvez fosse melhor realizar algo em prol delas do que viver em um convento. Passou então a convidar as jovens da vizinhança para rezar o Rosário em sua casa.
     Foi convivendo com essas pessoas que Rosa descobriu o grave estado de ignorância religiosa e intelectual que atingia a juventude da época. Decidiu que seria seu dever combatê-la. Um padre jesuíta, Ventura Bandinelli, percebendo a sua vocação natural para a religiosidade e para o ensino abriu-lhe as portas da vida religiosa. Rosa não perdeu a oportunidade e deu o primeiro passo indo viver em comunidade. Com mais duas amigas criou a primeira escola primária para crianças, em 1685. Estava iniciada a sua grande obra.
     Porém as oposições não tardaram a aparecer. Alguns padres acharam que a obra de Rosa agredia a sua autoridade no ensino religioso. Os nobres se posicionavam contra o ensino gratuito para os pobres. Rosa enfrentava uma batalha em nome de Deus e de um ideal. Felizmente, o Bispo de Montefiascone interveio e a convidou para fundar em sua diocese uma nova escola. Para lá Rosa Venerini se dirigiu com uma colaboradora muito especial: a futura Santa Lúcia Filippini.
     As escolas se expandiram e chegaram a muitas cidades, inclusive Roma. Mas os problemas apareceriam novamente. Rosa teve de enfrentar discussões dolorosas, ambições e divisões dentro de sua instituição, problemas provocados pela inveja e ganância das pessoas.
     No ano de 1713, Rosa abriu uma escola em Roma e o Papa Clemente XI fez-lhe a honra de uma visita. O Papa ficou uma manhã inteira na escola, juntamente com oito cardeais, ouvindo a lição de catecismo e interrogando as alunas. No final, chamou Rosa e as suas companheiras, agradeceu-lhes o precioso trabalho, conferiu-lhes uma medalha de prata e disse-lhes: «Desejo que estas escolas se propaguem em todas as nossas cidades».
     Foi o reconhecimento do valor de sua obra. O apoio do papa foi um fator importante para o desenvolvimento de sua instituição, agora chamada "Mestras Pias Venerini". Em pouco tempo escolas foram abertas em todas as regiões.
     O fim de sua vida foi marcado por uma doença que a consumiu por quatro anos. Rosa veio a falecer no dia 7 de maio de 1728. Em 1909, foi fundada a primeira Casa nos Estados Unidos. O reconhecimento canônico para essas professoras chegou apenas em 1941, quando, finalmente, se tornam uma Congregação.
     O papa Pio XII proclamou-a bem-aventurada em 1952, quando a Congregação já operava em muitos países do mundo todo. Suas relíquias estão guardadas na capela da Casa mãe da Congregação em Roma.
     Em 15 de outubro de 2006, Rosa Venerini foi proclamada Santa na Praça de São Pedro. O milagre que a levou aos altares teve lugar em Ebolowa, nos Camarões: Serge, uma criança do leprosário de ‘Ngalan, foi curada milagrosamente por intercessão de Santa Rosa, a Santa que sempre amou os pequeninos, dedicando-lhes a sua vida e continuando a protegê-los. 

2 comentários:

  1. Muito gostoso ler suas postagens
    Parabens.
    Gostaria que tb visitasse meu blog e la deixasse
    seu precioso parecer
    crisma2012matao.blogspot.com.br
    Desde ja muito agradecisa.
    Que Deus continue te abençoante com abundancia

    ResponderExcluir
  2. Gostaria que fosse publicado os milagres...

    ResponderExcluir